O Fazer Gestão em um Núcleo de Arte e Cultura em uma Escola Pública Federal

Nome: Bruno Ricardo Peixoto de Rezende
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 01/07/2019
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Alfredo Rodrigues Leite da Silva Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Alfredo Rodrigues Leite da Silva Orientador
César Augusto Tureta de Morais Examinador Interno
Diemerson Saquetto Examinador Externo

Resumo: O objetivo desta dissertação é compreender o organizar do “fazer” gestão em um Núcleo de Arte e Cultura em uma escola pública federal. Acreditamos que existam contribuições mútuas entre o processo organizativo do Núcleo de Arte e Cultura e a Gestão da escola e que tais contribuições podem ser reveladas a partir da abordagem da prática como uma lente. Nesta abordagem, estudam-se as práticas e seus efeitos, desta forma podemos estudar as práticas no órgão e possíveis efeitos dessas práticas sobre a gestão da escola. Destacamos que os estudos voltados para relevância do cotidiano da gestão escolar são relativamente recentes e partem das contribuições dos Estudos Baseados em Práticas para fomentar a discussão da gestão a partir de uma perspectiva menos tradicional. Nossa pesquisa, ancorada em uma abordagem qualitativa, combina métodos de produção de dados divididos em duas fases. Na primeira fase a pesquisa documental e entrevistas projetivas são utilizadas como formas de apresentar o Núcleo de Arte e Cultura, que é um órgão com mais de dez anos de história e que tem como objetivo desenvolvimento da política cultural da escola estudada e; na segunda fase articulamos a abordagem da prática ao estudo do cotidiano da gestão escolar por meio de uma observação participante. Concluímos que em um primeiro momento o organizar das práticas na implantação do NAC se desenvolve sobre a união de uma frente formal, representada pela Coordenadoria de Extensão e uma frente informal, formada por um grupo de pessoas interessadas em desenvolver atividades artísticas e culturais na escola. Em seguida, ocorre o desenvolvimento de um “fazer” próprio desse órgão, que estabelece um sentido além das duas frentes que formaram o núcleo e caracterizam esse órgão como um setor organizador de atividades artísticas e culturais para comunidade escolar. Nossa pesquisa contribuiu para a abordagem da prática como uma lente, explorando um lócus de pesquisa pouco tratado nos estudos organizacionais, a gestão da arte e da cultura, para o desenvolvimento deste órgão de apoio a extensão e para a gestão da escola estudada.

Acesso ao documento

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910