O Impacto das Capabilidades Analíticas Organizacionais na Qualidade do Serviço Percebida: um Estudo nas Incubadoras de Empresas Brasileiras

Nome: Laís Rocha Vale
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 24/09/2019
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Marcos Paulo Valadares de Oliveira Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Adelson Pereira do Nascimento Examinador Externo
Hélio Zanquetto Filho Examinador Interno
Marcos Paulo Valadares de Oliveira Orientador
Teresa Cristina Janes Carneiro Examinador Interno

Resumo: Esta pesquisa foi desenvolvida com o intuito de mensurar o impacto das Capabilidades Analíticas Organizacionais para a melhor percepção da Qualidade do Serviço Percebida, e, para isso, utilizou Incubadoras de Empresas brasileiras e suas Empresas Incubadas como campo de estudo. De forma específica, buscou-se também compreender a pertinência dos indicadores que
mensuram a Qualidade do Serviço Percebida para o campo de análise, a partir de uma apreciação mais aprofundada sobre a percepção das Empresas Incubadas em relação a esses indicadores. Neste trabalho, a Qualidade do Serviço Percebida foi compreendida como a medida da percepção das Empresas Incubadas em relação ao serviço prestado pelas Incubadoras
de Empresa, e a escala SERVPERF foi utilizada como instrumento de medição dessa percepção. A partir desse contexto, esta dissertação pode ser classificada como uma pesquisa de enfoque exploratório/descritivo, de natureza qualitativa e quantitativa, na medida em que busca adaptar,
à realidade pesquisada, uma escala de medida amplamente conhecida por pesquisadores da área, por meio da utilização de entrevistas semiestruturadas com gestores de Empresas Incubadas; além de medir estatisticamente a relação existente entre dois construtos a partir da aplicação de uma pesquisa Survey e do uso de testes estatísticos. Para a fase quantitativa, mensurou-se a
existência de Capabilidades Analíticas Organizacionais nas Incubadoras de Empresas e a Qualidade do Serviço Percebida pelas Empresas Incubadas, e utilizou-se uma amostra pareada, formada pelos dois grupos de respondentes, para mensurar a relação existente entre os dois construtos. Assim, a técnica de análise de dados utilizada para aferir a relação hipotetizada e testar a qualidade do modelo teórico proposto foi a modelagem de equações estruturais, por meio do software Smart PLS-SEM 3.0. Os resultados mostram que o modelo possui capacidade preditiva, porém o construto exógeno possui pouco impacto no construto endógeno, portanto, é necessário buscar novas relações que possam aumentar a capacidade preditiva do modelo.

Acesso ao documento

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910